Carne cultivada é aprovada como segura para consumo nos EUA

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA determinou que a carne feita a partir de células da start-up UPSIDE Foods é segura para consumo

Os Estados Unidos acabam de dar um grande passo em sua jornada para oferecer carne cultivada aos consumidores.

A Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA) determinou que a carne de frango cultivada produzida pela start-up californiana UPSIDE Foods é segura para consumo.

Carne Cultivada

A carne feita com células, também conhecida como carne cultivada, é criada usando células animais.

Essas células são retiradas sem que haja dor e, posteriormente, transformadas em carne através de biorreatores.

O produto não exige que um animal seja criado e morto por sua carne.

Especialistas apontaram que a carne cultivada pode ser a resposta para os enormes custos éticos e ambientais da pecuária.

Um marco histórico

Um porta-voz da UPSIDE Foods chamou sua primeira etapa de aprovação da FDA de “marco histórico” e disse ser algo que a empresa vem trabalhando desde que foi fundada em 2015.

Embora o frango da UPSIDE Foods seja considerado seguro para consumo, ainda não foi aprovado para venda.

A empresa agora estará trabalhando com o USDA para obter uma concessão de inspeção para sua produção de engenharia e Centro de Inovação (EPIC) e para aprovar seu rótulo.

Uma vez concluídos, ele poderá iniciar a produção comercial e as vendas.

Em um comunicado, o FDA disse: “Os avanços na tecnologia de cultura de células estão permitindo que os desenvolvedores de alimentos usem células animais obtidas de gado, aves e frutos-do-mar na produção de alimentos, com a expectativa de que esses produtos estejam prontos para o mercado dos EUA em breve. O objetivo da FDA é apoiar a inovação em tecnologias de alimentos, mantendo sempre como nossa prioridade a segurança dos alimentos disponíveis para os consumidores dos EUA”.

O futuro da carne cultivada

A pecuária tradicional é uma das indústrias mais destrutivas do meio ambiente.

Sozinha ela é responsável por pelo menos 14,5% das emissões de gases de efeito estufa e também é uma das principais causas de desmatamento e perda de biodiversidade.

A carne cultivada requer muito menos recursos do que a carne tradicional e emite até 92% menos emissões.

A UPSIDE Foods é uma das várias empresas que estão criando carne cultivada em todo o mundo.

Atualmente, a empresa Eat Just Inc, com sede em São Francisco, é a única marca a oferecer o produto ao mercado, vendendo seu frango feito com células em Cingapura.

Fonte: Plant-Based News

Leia também:

Japão está criando regulação para a carne cultivada
Veganos não comeriam carne cultivada
Aumento do veganismo não diminui consumo de carne