8 óleos essenciais que você precisa conhecer

São incontáveis benefícios para corpo e mente que vão ajudar você a incluir gotinhas de autocuidado no seu dia a dia.

Óleos essenciais  

Imagem: Priscilla du Preez via Unsplash.

Felizmente o poder das plantas vem sendo cada vez mais difundido e, com isso, os óleos essenciais começaram a fazer parte da rotina de quem busca autocuidado. 

Isso porque os óleos essenciais extraídos de folhas, raízes, sementes, frutos, flores e troncos proporcionam uma série de benefícios para o nosso bem-estar físico e emocional, ajudando a aliviar uma série de sintomas.

Mas é importante saber as propriedades de cada um deles e suas indicações. Confira os oito principais óleos essenciais que você precisa conhecer e inserir no seu dia a dia:

1. Óleo essencial de lavanda

A lavanda possui muitas propriedades, entre elas a mais conhecida é acalmar. Por ser relaxante, ela ajuda a baixar a pressão arterial e melhora a função cardíaca, acalmando corpo e mente.

Então, na hora de encerrar o dia, algumas gotinhas no aromatizador ou no travesseiro já são suficientes para ajudar você a ter uma noite de sono mais tranquila. 

Inclusive, alguns estudos vêm comprovando a eficácia da lavanda no apoio ao tratamento de sintomas de ansiedade e depressão.

Mas além de ser calmante, esse óleo essencial tem outras importantes características: é também um excelente antisséptico e anti-inflamatório, ajudando, assim, nos efeitos de picadas de insetos; é adstringente, atuando de forma equilibrada na gordura produzida pelas glândulas sebáceas; e antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce.

2. Óleo essencial de alecrim

Já o alecrim, erva utilizada em pratos específicos na culinária e conhecida pelo seu sabor acentuado, é considerado um poderoso estimulante e oferece múltiplos benefícios para o nosso dia a dia.

Por atuar principalmente sobre o sistema circulatório, o óleo essencial de alecrim estimula a oxigenação de maneira geral, o que favorece a concentração e até a memória, ajudando também a combater sintomas de estresse e ansiedade.

A aplicação na hora do banho ajuda na circulação principalmente na região das mãos e dos pés, mas não os benefícios não param por aí. 

Você pode adicionar algumas gotas do óleo essencial de alecrim no seu shampoo comum para ajudar na circulação sanguínea do couro cabeludo.

Por ter características antifúngicas e antibacterianas, ele também ajuda a controlar a descamação da pele – a temida caspa – e ainda controla a oleosidade. Ou seja, é um aliado poderoso para ajudar quem tem problemas de queda de cabelo. 

3. Óleo essencial de melaleuca

Um óleo regenerador. Assim é o óleo essencial de melaleuca. Por ter ação higienizante na pele, cabelo e unhas, ele pode ser adicionado no shampoo ou no creme corporal.

Tem também propriedades antissépticas, antifúngicas, parasiticidas, germicidas, antibacterianas e anti-inflamatórias, o que ajuda no tratamento de acnes. Basta aplicar no local com a ajuda de um cotonete.

Essas funções permitem que o óleo essencial de melaleuca seja usado também para caspa, para acalmar a pele após a depilação e para eliminar odores corporais.

No campo da psicoaromaterapia, é um óleo fortalecedor, meditativo, que auxilia no foco. 

4. Óleo essencial de eucalipto

Famoso por seu poder antisséptico e expectorante, o óleo essencial de eucalipto é considerado o melhor para problemas respiratórios. Ele combate sinusite, asma, bronquite, catarro, tosse e dor de garganta desde os tempos das nossas avós.

Entre as maneiras de usá-lo estão a aromatização do ambiente, inalações, no banho, em compressas e, principalmente, as massagens no peito, no peito do pé e na garganta para aliviar os sintomas.

Ele tem também ação antisséptica e cicatrizante. Assim, beneficia também o tratamento de queimaduras, ferimentos e bolhas causadas por herpes.

Na Atlantikos você encontra ele puro e também em um blend da Live Aloe chamado Sinergia Alívio, que adiciona ao eucalipto os óleos essenciais de copaíba, benjoin, hortelã e pinho, sendo indicado para pessoas com dificuldades respiratórias, como gripe, clima seco ou crises asmáticas. 

5. Óleo essencial de hortelã

Este também é um óleo multifuncional que é fundamental ter sempre à mão. Os benefícios do óleo essencial de hortelã vão do aparelho respiratório ao digestivo, atuando também, claro, nos fatores psicoemocionais.

No aparelho respiratório é usado para vários problemas, como tosse seca, congestão nasal, asma, bronquite, resfriados e sinusite. 

Mas além de proporcionar frescor às vias respiratórias, a ação bactericida e antiviral do óleo faz com que ele ajude também a prevenir as doenças que atingem esse sistema.

Para quem tem questões como dificuldade de digestão, enjôos, náuseas, cólicas intestinais e vômitos, ele ajuda a revigorar o sistema digestivo. Graças à ação refrescante, combate o mau hálito e também ajuda a diminuir o apetite.

Por ter ação analgésica, o óleo essencial de hortelã pode ser usado ainda para massagear hematomas, lesões e locais doloridos do corpo, ajuda a aliviar dores reumáticas, de tendinite, nevralgia, artrite e dores musculares.

No campo da mente, ele estimula a concentração, melhora a memória, diminui o estresse e a fadiga, melhora a agilidade da mente e a organiza.

6. Óleo essencial de laranja doce

Esse é especialmente indicado para quem sofre de problemas digestivos. A ação principal do óleo essencial de laranja doce é nos momentos de má digestão, prisão de ventre e gases.

Ele também tem propriedades diuréticas, por isso, ele incentiva uma maior produção de urina, ajudando o organismo a liberar o excesso de água, eliminando junto as toxinas, poluentes e gorduras. 

A vitamina C presente no óleo essencial de laranja doce também é capaz de aumentar a absorção de ferro, obtido pelos alimentos de origem vegetal – como verduras e feijões -, prevenindo a anemia. 

Essa mesma vitamina C faz com que ele atue também como um poderoso antioxidante, ajudando a amenizar rugas e outros sinais de envelhecimento da pele.

Por último, mas não menos importante, no campo psicoemocional ele acalma o mal-estar, libera a energia estagnada no corpo e ajuda a aliviar o estresse, o nervosismo e a depressão. 

7. Óleo essencial de ylang ylang

Com propriedades nutritivas, antioxidantes, rejuvenescedoras e tônicas, o óleo essencial de ylang ylang é outro grande aliado na renovação celular e na manutenção da saúde e da aparência da nossa pele. 

Por isso, ele é frequentemente utilizado em produtos de cuidado com o cabelo e pele, bem como perfumes.

Ele é um bom antibactericida e antifungicida, devido ao linalol, um composto que possui eficácia no combate a alguns microrganismos. Se aplicado na desinfecção de feridas, ele facilita o processo de cura e cicatrização, além de suavizar irritações na pele.

No campo da aromaterapia, ele aumenta a sensação de bem-estar, pois melhora o humor e diminui a ansiedade, tensão nervosa e muscular, fobias e estresse.  

8. Óleo essencial de limão siciliano

A lista das propriedades do óleo essencial de limão siciliado é das mais extensas: ele é antisséptico, antivirótico, anti-infeccioso, imunoestimulante, depurativo, adstringente, vermífugo e tem grande ação bactericida.

Por isso, é amplamente difundido como auxiliar do sistema respiratório por combater resfriados (vitamina C), sua ação antisséptica é ideal para garganta inflamada, e é ainda descongestionante.

No sistema digestivo, o óleo essencial de limão siciliano alcaliniza o estômago (neutraliza a acidez), melhorando a digestão. É indicado para quem sofre de acidez gástrica, azia, desarranjo intestinal, diarréia, difteria e enjôos. 

Os benefícios provindos da aromaterapia, o perfume cítrico limpa e estimula a mente, facilitando a concentração, a organização, e potencializando a memória. 

Como usar os óleos essenciais?

Óleos essenciais - como usar  

Imagem: Tron Le via Unsplash.

Muitos dos benefícios psicoemocionais mencionados acima são indicados pelo campo de estudo da aromaterapia. Para usufruir dessas sensações, é indicado o uso dos óleos essenciais através de difusores e aromatizadores, por inalação ou no banho.  

Isso porque, segundo o Sense of Smell Institute, ao inalarmos um aroma, ele vai, em segundos, direto para o sistema límbico, onde está o hipotálamo, a parte do cérebro que processa pensamentos e emoções.

O sistema olfativo transforma os componentes químicos inalados em impulsos neurológicos, que atingem diferentes áreas cerebrais.

Esses impulsos chegam às glândulas, inicialmente no cérebro, que estimulam nosso sistema de defesa. Isso acaba também influenciando a zona cerebral onde nascem as emoções.

Óleos essenciais - produtos de skincare  

Imagem: Towfiqu Barbhuiya via Unsplash.

Mas como o uso vai além da regulação das emoções, alguns podem estar presentes, inclusive, na sua rotina de skincare, como por exemplo em máscaras e cremes.

Vale lembrar que, no geral, os óleos essenciais são contraindicados para gestantes e crianças com menos de 2 anos.

Como escolher meu óleo essencial?

Na hora de comprar, vale avaliar o nível de pureza do produto. Procure um selo de pureza na embalagem, como o Certificado de Pureza Testada e Garantida (CPTG).

Entre os óleos essenciais disponíveis na Atlantikos, você encontra marcas com produtos 100% naturais e veganos, com fórmulas livres de toxinas e não testadas em animais.

Conheça todos os nossos Óleos Essenciais aqui.


Imagem8  Por Lívia Maturana. Uma jornalista vegana que acredita no poder transformador de cada ato de consumo.
Conheça nossos Produtos
+5000 Produtos! Veganos, Ecológicos, Naturais e Orgânicos
VER TODOS OS PRODUTOS

 

ENTRE NA LISTA DE EMAIL E GANHE 10% OFF!

Receba descontos, novidades e ofertas exclusivas em milhares de produtos sustentáveis e veganos!