Fraldas ecológicas: 6 marcas nacionais de qualidade

Tecidos antialérgicos, modelos adaptáveis e confortáveis e as mais variadas estampas. Conheça algumas boas opções de fraldas ecológicas nacionais.

Fraldas ecológicas - capa  

A praticidade de uma fralda descartável é inegável, e para algumas famílias é impensável deixar de usá-la. Mas o fato é que essa praticidade está custando caro para o meio ambiente, e esse assunto já foi pauta aqui no Diário Atlantikos. 

Em uma matéria especial, falamos sobre o volume de lixo que uma só criança gera: de 5.000 a 5.500 fraldas do nascimento até o desfralde. No Brasil são descartadas quase 2 bilhões de toneladas de fraldas por ano.

Por isso, as fraldas de tecido são a opção mais ecologicamente responsável. Mas, calma! Não estamos falando das fraldas de pano da década de 1980. 

As fraldas ecológicas do século 21 são sim reutilizáveis, mas hoje têm muita tecnologia envolvida para torná-las mais práticas para os pais e mais seguras para os bebês.

Como funcionam as fraldas reutilizáveis?

Antes de falarmos sobre os diferenciais de cada marca, vale passar por alguns pontos comuns sobre todas as fraldas reutilizáveis. 

– as fraldas ecológicas são compostas por um tecido impermeável externo (a antiga calça plástica, só que altamente aprimorada), uma ou mais camadas de tecido absorvente e um forro;

– estão disponíveis em diversos tecidos impermeáveis, alguns indicados, inclusive, para praia e piscina;

– as camadas de absorção são bem eficientes e têm alto poder de absorção, trazendo segurança para horas de uso;

– não causam alergias e, por isso, normalmente dispensam o uso de pomadas;

– são reutilizáveis, o que evita a geração de toneladas de lixo e ainda gera economia para os pais;

– normalmente têm tamanho único e podem acompanhar o crescimento do bebê;

– podem ser lavadas na máquina e não precisam e nem podem ser passadas;

– estão disponíveis nas mais variadas estampas, colorindo o dia a dia do seu bebê.

Conheça as fraldas ecológicas disponíveis na Atlantikos aqui.

1. Amor & Co

A Amor & Co, empresa parceira da Atlantikos, é outra marca nacional que produz fraldas ecológicas de qualidade, com o diferencial de oferecer quatro tamanhos diferentes, que comportam até 8 camadas de absorventes.

São eles: RN, para bebês até 6kg aproximadamente; TU, que se adapta bem a bebês de 3,5kg até 17kg; XG, de 15kg a 25kg; e XXG, de 23kg a 35kg.

São diversas estampas disponíveis do tecido que é ao mesmo tempo impermeável e respirável. Por dentro, o forro em ​​interdry, um tecido sintético e bem levinho, seca com muita rapidez e permite que o xixi vá para os absorventes. A cor cinza do forro ainda evita manchinhas indesejadas com o tempo de uso.

2. Nova Era Baby

Fraldas ecológicas - Nova Era Baby  

Fundada em 2015 em São Paulo, a Nova Era Baby oferece uma opção versátil, que pode ser usada tanto no dia a dia com o absorvente, como na praia ou na piscina, porém sem o absorvente. 

As fraldas são feitas em lycra de alta tecnologia com estampas digitais e com proteção solar UV50 permanente. São macias, respiráveis, de lavagem simples e secagem rápida. Além disso, são hipoalergênicas e antibacterianas.

O tamanho também é único, ajustável para bebês de 4kg a 16kg aproximadamente – entre 2 meses a 2 anos e meio. Os ajustes em elásticos caseados na parte inferior (nas coxas) e ajustes por botões na parte superior (na cintura) permitem essa versatilidade. 

O ajuste em elástico caseado, inclusive,  traz mais precisão e conforto na utilização, uma vez ajustado, só irá modificar o ajuste da fralda quando o bebê crescer.

3. Meu Bacuri

Fraldas-ecologicas-Meu Bacuri  

De uma produção manual em 2015 e um sonho em transformar a primeira infância em um período com menos impacto ambiental, para uma marca especializada em fraldas ecológicas. 

Assim nasceu a empresa Meu Bacuri, hoje em crescimento sustentável, com uma linha de produção que prepara milhares de fraldas ecológicas para bebês em todo o Brasil.

A produção até hoje segue a modelagem exclusiva desenvolvida pela designer de moda e modelista, Virgínia, a idealizadora da marca.

As peças são feitas em dois tipos de tecido: pul e algodão, ambas com o forro em dry-fit, que dá a sensação de seco na pele do bebê, e ambas com dupla-barreira contra vazamentos.

Os modelos contam também com botões chanfrados que não machucam o bebê.

4. Kape

Fraldas-ecológicas-kape2  Fraldas-ecológicas-kape1  

Kape quer dizer fralda em Maori, nome escolhido por Sabrina, a fundadora da marca, pelo fato de a cultura Maori ser uma cultura cíclica, que acredita que tudo que é tirado da terra precisa ser devolvido.

Sabrina é formada em design de moda, e é a pessoa responsável pelos desenhos das estampas exclusivas, que, aliás, são aplicadas em cores vivas em um tecido que não desbota.

Os grandes diferenciais da modelagem são as abas elásticas, que facilitam o ajuste e o movimento, e os botões nacionais arredondados. 

O modelo conta com elásticos também nas perninhas e na cintura, para facilitar a adaptação na criança de acordo com cada fase de desenvolvimento, já que o tamanho único veste dos 3kg aos 17kg.

Na parte interna, o forro escuro evita manchas, e uma dupla barreira nas perninhas evita vazamentos, para garantir horas de brincadeiras ou de sono em segurança. 

5. Mayaru

Fraldas-ecológicas-Mayaru  

Fundada em 2017, a Mayaru tem sua história construída por uma rede de apoio de mulheres empreendedoras que trabalham pela conscientização sobre a responsabilidade que temos sobre o lixo que produzimos. 

Depois de muito estudo, dedicação e atenção às pessoas, as fraldas ecológicas foram desenvolvidas a partir de três critérios: conforto, durabilidade e eficiência.

O portfólio hoje conta com diferentes produtos: 

–  RN (recém-nascido): adapta em bebês prematuros até a fase dos três meses, e tem, inclusive, recorte para o umbigo;

–  Diurnas: mais leves, para trocas mais frequentes, permite que a troca seja feita apenas dos absorventes;

– Noturnas: chamadas de super sec, elas são indicadas para passeios e longos períodos sem troca (de 8 a 14 horas!), para suportar grande volume de xixi durante a noite ou em passeios;

– Aquáticas: produzidas em pul e com a parte interna em dry-fit, é leve e fácil de secar.

Além das estampas e cores lisas, a marca tem, ainda, uma estilosa coleção especial Rock’n’roll.

Entre vendas e doações, a Mayaru já forneceu nos dois primeiros anos de trabalho 1789 fraldas, substituindo cerca de 317.800 fraldas descartáveis, equivalente a 63,5 toneladas de lixo!

6. Nós e o Davi

Uma empresa brasileira, que usa matéria-prima nacional e que emprega mulheres mães. Há 7 anos a marca Nós e o Davi também ajuda as famílias a serem mais sustentáveis. 

Nesse tempo no mercado, já foram mais de 19 mil clientes em todo o Brasil, além de já terem alcançado outros 7 países.

Já foram mais de 110 mil fraldas produzidas, considerando a menor produção de CO², o menor consumo de matéria-prima, o menor uso de plástico e a menor ocupação de espaço em aterros sanitários.

Tudo isso é feito por 8 colaboradoras diretas com jornada reduzida e flexível, o que permite ter tempo para viver mais do que só trabalhar. A marca gera, ainda, renda indireta para mais de 30 famílias.

Atualmente são dois modelos disponíveis: um com o absorvente já costurado, mais prática; e outra mais versátil, para atender a diferentes situações de uso, dependendo do número de absorventes colocados.

 

Fontes: Nova Era Baby, Amor & Co, Meu Bacuri, Kape, Mayaru, Nós e o Davi, Annajoana e Brasileirinhas.

Leia também:

Fraldas ecológicas: o que são, benefícios e como usar

Alimentação vegetariana e vegana para bebês e crianças

A rotina de mães veganas e vegetarianas

 


Imagem8  Por Livia Maturana. Uma jornalista vegana que acredita no poder transformador de cada ato de consumo.

 

ENTRE NA LISTA DE EMAIL E GANHE 10% OFF!

Receba descontos, novidades e ofertas exclusivas em milhares de produtos sustentáveis e veganos!