Maquiagem vegana: o que é e como escolher

Você já ouviu falar em maquiagem vegana? Sabe quais itens da sua necessaire podem ter ingredientes de origem animal? Aliás, sabe como identificá-los? Então vem com a gente entender essa tendência que veio pra ficar!

Maquiagem-vegana-capa  

Imagem: claudia.com

O que é maquiagem vegana?

O veganismo é um movimento que acredita em um estilo de vida sem exploração animal em nenhum âmbito da vida, da alimentação ao vestuário e, por que não, à maquiagem?

Sim, hoje já temos sombra, blush, batom, gloss, rímel, delineador, hidratante e muitos outros produtos que não levam nenhum ingrediente de origem animal, tampouco são testados em animais. 

São essas as premissas das maquiagens e cosméticos veganos, cujo mercado já movimenta altos dígitos e, segundo um relatório da Global Industry Analystis, atingirá US$ 20,6 bilhões até 2026. 

Esses números são reflexo do aumento da conscientização de que uma vida sem exploração animal é possível e já está se tornando realidade. 

Vem saber mais sobre esse movimento!

Quais são os ingredientes de origem animal ainda presentes nas maquiagens?

Maquiagem-vegana-2  

A composição dos produtos vai variar de acordo com cada marca, suas fórmulas e seus processos de produção, mas alguns dos ingredientes mais comuns encontrados em maquiagens são gordura bovina, cera de abelha, corante carmim e a lanolina, que é um subproduto da limpeza da lã de carneiros.

Conheça melhor esses e outros principais ingredientes animais:

Colágeno

Frequentemente usado em produtos que combatem as linhas e sinais do tempo, o colágeno é produzido naturalmente em animais. A proteína utilizada em produtos de beleza normalmente é retirada de ossos, tecido conjuntivo e pele de animais mortos.

Cera de abelha

A cera é retirada diretamente de uma colmeia de abelhas e pode ser usada em sombras, bases e batons. Ela é o principal material de construção da colmeia, e as abelhas a utilizam para criar a estrutura de favo de mel na colmeia.

Embora algumas empresas coletem a cera de forma que tenha a intenção de proteger as abelhas de danos, nenhum processo está isento do risco de danificar as colmeias ou matar, mesmo que acidentalmente, as abelhas.

É importante lembrar que as abelhas têm papel fundamental na polinização e, com isso, na continuidade de diversas espécies de plantas. Saiba mais sobre a importância das abelhas aqui.

Carmim

Conhecida por muitos nomes diferentes, como cochonilha, extrato de cochonilha, lago carmesim, vermelho natural 4, C.I. 75470, E120 e ácido carmínico, esta cor vermelha profunda é obtida do corpo e das pernas de insetos esmagados.

Queratina

Amplamente utilizada em produtos para o cabelo, esta é uma proteína encontrada naturalmente em mamíferos e, geralmente, é retirada dos pelos, unhas e chifres dos animais. Uma alternativa é a queratina vegetal, que proporciona o mesmo efeito e é livre de crueldade animal.

Guanina

Também conhecida como CI 75170, esta substância dá brilho e vivacidade extra ao seu blush, sombra e esmalte. Mas a má notícias é que ela é produzida por meio da raspagem das escamas de peixes mortos. Em seguida, é mergulhada em álcool para criar uma solução iridescente.

Lanolina

Encontrada em protetores labiais e loções, é uma gordura criada a partir do pelo de ovelhas. É uma graxa amarelada que é excretada pelas glândulas sebáceas desses animais. 

Esqualeno

Comumente usado em vários hidratantes e cosméticos, este ingrediente é feito de óleos encontrados no fígado de tubarões. Mas vale frisar que o esqualeno tem origem animal e o esqualano é uma alternativa livre de crueldade geralmente feita de azeitona ou cana-de-açúcar.

Qual é a diferença entre cosméticos veganos, naturais e orgânicos?

Maquiagem-vegana-5  

Imagem: Kelly Sikkema via Unsplash.

Você pode estar querendo saber a diferença entre esses termos. De uma forma simplificada, podemos fazer a seguinte distinção: 

  • Cosméticos veganos: não têm ingredientes de origem animal nem são testados nesses seres vivos, mas não necessariamente são naturais e livres de ingredientes químicos.
  • Cosméticos cruelty-free: produzidos sem qualquer tipo de teste em animais durante os processos de criação e produção. E, sim, há uma diferença entre a parte de “criação” e a parte de “produção”, pois isso impede que as marcas não utilizem brechas para driblar a regulamentação.
  • Cosméticos naturais: devem ter no mínimo 95% de matérias-primas naturais em sua fórmula, mas podem conter produtos de origem animal.
  • Cosméticos orgânicos: é necessário que possuam 95% de matérias-primas orgânicas na formulação, mas também podem conter ingredientes de origem animal.

Por isso, quanto mais atributos o produto somar, melhor. Ou seja, se o item que você está querendo comprar for vegano, já é maravilhoso, mas se for vegano e natural, é melhor ainda!

Quais os benefícios da maquiagem vegana e natural?

Maquiagem-vegana-4  

Imagem: Carolyn Delacorte via Unsplash.

Além de ter a consciência tranquila de que nenhum animal foi morto ou explorado para que você tenha esse momento de autocuidado, são várias razões para adotar as maquiagens veganas e naturais. Listamos sete aqui:

  1. Os produtos mais naturais conferem à maquiagem um aspecto mais natural e leve por não conter metais pesados e componentes agressivos.
  2. Seus componentes têm menor impacto abrasivo e permitem que os poros da pele respirem e não sejam agredidos por substâncias pesadas. O impacto a longo prazo é ajudar a retardar o processo de envelhecimento da pele.
  3. Os cosméticos naturais e veganos preservam os minerais e vitaminas da pele. Além disso, formam camadas que evitam que ela entre em contato com agentes poluentes e nocivos, que podem gerar problemas a longo prazo.
  4. Por não se utilizarem de componentes altamente processados e pesados, os produtos naturais são compatíveis com a pele, proporcionando um melhor tratamento estético e no caso de hidratantes e tônicos, sendo absorvidos mais facilmente pelo tecido cutâneo.
  5. Além dos benefícios para a pele, elas preservam o meio ambiente pois geram menos resíduos tóxicos e estimulam a preservação das florestas. 
  6. Marcas de maquiagem veganas utilizam processos de produção mais conscientes, responsáveis e justos com o pequeno produtor.
  7. Como utilizam ingredientes naturais, os produtos são multifuncionais: com apenas 1 ou 2 produtos, você tem o kit de maquiagem completo. Por exemplo: o blush pode ser usado como sombra, batom ou contorno. O iluminador pode ser usado como sombra ou brilho labial, batom pode ser usado como blush ou sombra também. E daí em diante conforme a cor ou textura do produto e a sua imaginação. Ou seja, maquiagens naturais contribuem para a diminuição do consumo e para a saúde do seu bolso.

Como saber se a marca é vegana?

Maquiagem-vegana-7  

Além de checar a lista de ingredientes e ficar atento aos exemplos mencionados acima, é importante checar nas redes o posicionamento da marca em relação à causa animal e às questões ambientais.

Algumas marcas possuem sua postura contra crueldade animal certificada por importantes instituições, como a PETA ou PEA.

Vale procurar pelo selo dessas ONGs nos rótulos ou mesmo ficar de olho nas listas de empresas e produtos veganos elaboradas por elas e disponíveis nos respectivos sites.

Ou, ainda, procurar por plataformas como a Atlantikos, que reune mais de 3000 produtos orgânicos, naturais, ecológicos e veganos, de diversos segmentos. 

Clique aqui e conheça as mais de 30 opções de maquiagem vegana na Atlantikos.

Fontes: Vegan Business, eCycle, Beleza na Web, Botanii.

Leia também:

6 marcas de maquiagem vegana que você precisa conhecer

Desodorantes naturais: o que são e quais os benefícios

Sérum facial: o que é e para que serve

 


Imagem8  Por Livia Maturana. Uma jornalista vegana que acredita no poder transformador de cada ato de consumo.
Conheça nossos Produtos
+2000 Produtos! Veganos, Ecológicos, Naturais e Orgânicos
VER TODOS OS PRODUTOS

 

ENTRE NA LISTA DE EMAIL E GANHE 10% OFF!

Receba descontos, novidades e ofertas exclusivas em milhares de produtos sustentáveis e veganos!