Ecobarreira

Paranaense desenvolve barreira ecológica para despoluir rio

Diego Saldanha mora em Colombo (PR), na Região Metropolitana de Curitiba, e começou a ficar famoso nas redes sociais após começar a divulgar seu trabalho para despoluir o Rio Atuba.

O vendedor de frutas, começou a pesquisar formas caseiras de ajudar na limpeza de rios e construiu uma ecobarreira no quintal de sua casa.

Diego e sua ecobarreira. (Foto: Arquivo Pessoal)

Diego conta que foi no Rio Atuba, que passa nos fundos de seu quintal, que aprendeu a nadar e começou a pescar.

Hoje em dia, não há mais peixes no trecho de sua propriedade, pelo contrário, há muita poluição.

Concernido com a situação, Diego teve a ideia de montar uma barreira flutuante com garrafas pets e galões de água, a fim de impedir que poluentes que boiam na água continuassem o fluxo do rio.

Evitando assim, enchentes nos bairros próximos da região.

Diego fazendo a limpeza do local. (Foto: Theo Marques/UOL)

Desde a sua criação em 2017, Diego já recolheu 2 toneladas de lixo; ele pesca as sujeiras acumuladas e as separa para o seu despejo correto.

Os resíduos vão desde garrafas pet até coisas inusitadas, como fogões, sofá, microondas, skate e uma bateria de carro, produto altamente agressivo ao meio-ambiente, que exige descarte especializado.

Diego Saldanha recebe visitas escolares na sua casa. (Foto: Arquivo Pessoal)

Atualmente, o paranaense recebe visitas escolares para ensinar aos mais novos sobre sua técnica desenvolvida e a importância da conservação do meio ambiente.

Ele inclusive criou o Museu do Lixo na sua casa, onde deixa ali expostos os objetos mais inusitados recuperados por ele no Rio Atuba.

Os objetos diferentes são recolhidos e expostos no Museu do Lixo. (Foto: Arquivo Pessoal)

Fontes: G1, Razões para Acreditar

 

Conheça nossos produtos!

+ de 1000 produtos
Naturais, Ecológicos, Veganos e Orgânicos
Ver Todos os Produtos

Deixe um comentário